sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

A Destrutiva Revelação do Ódio

Está aí um sentimento
Que jamais quero voltar a sentir
Muito pior que a indiferença
Que é o oposto do amor.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Poema "L" Nº 3

Não há vida sem problemas
Nem vitória sem luta
E muito menos uma jornada
que comece e termine no mesmo lugar.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Uma Deleitável Filosofia de Vida

Sei que a vida neste mundo não é fácil para a maioria
Tantos problemas para resolver, tanta concorrência
Os obstáculos surgem acompanhados dos desafios
Todos tentando sobreviver, poucos conseguindo viver.
Obrigados a estar em uma vida, debaixo do jugo de mentiras
Vivendo ilusões e esquecendo do que realmente importa.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Os Serenos Mistérios do Amor

O maior de todos os mistérios
E também o mais sereno de todos os sentimentos
Eis o Amor: puro, verdadeiro, transformador
Que não pode ser criado e muito menos destruído.

Sua semente sempre cresce, mas pode ser enfraquecida...
Quando finalmente floresce, embeleza a vida...

domingo, 23 de outubro de 2011

A Maldição do Dinheiro

Nós nunca precisamos dele
Conseguíamos sobreviver sem ele
Vivíamos bem sem sua existência
Dinheiro maldito, maldito dinheiro.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Poema "L" Nº 2

Ao som das pedras que gritam
E dos metais que ecoam pelo ar
E dos pingos de chuva que caem
Aqui estou eu, escrevendo um novo poema

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Pensamentos Sombrios do Amanhã

Sei que não deveria estar pensando nisso,
mas a verdade é que quando penso hoje
em tudo de bom que tenho vivido e sentido
pode ainda ser ameaçado pelo inesperado amanhã.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Uma Inpiração Adormecida

Lembro que há alguns anos
Marcava grande presença na minha vida
Muitas histórias idealizadas
Várias delas sonhadas como vividas.

sábado, 10 de setembro de 2011

Uma Pseudo-Liberdade Nefasta

Somos realmente livres,
Quando acreditamos em mentiras
Que nos fazem crer como se fosse verdade?
Não, e isso nos torna escravos...

Amada Mãe de Minha Vida

Tu me trouxeste ao mundo
E quando me viste, ficaste feliz
Cuidaste de mi,
E me amaste mais que sua própria vida.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Poema "L" Nº 1

Que sentimento mais inspirador
É este que sinto por você?
É o amor... amor este que me faz querer
O seu bem até mais que o meu próprio bem.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Poema "J" Nº 2

Céu nublado de tempos em tempos
Vento forte que mexe as árvores
Frio intenso, que atinge-me

sábado, 27 de agosto de 2011

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Poema "J" Nº 1

Vazio infinito que tenta me invadir
Solidão escondida nas sombras,
Tristeza que assola meu coração
Lembranças profundas e encobridas.

Te vejo no céu noturno

Toda minha vida admirei o céu noturno
E cada dia ele despertava algo em mim
As vezes tristeza, angustias de quem vive...
As vezes paz, raros momentos inesquecíveis.

domingo, 21 de agosto de 2011

Paixão do Amanhecer Sombrio

Quando tudo era apenas solidão
Quando minha vida se resumia em um grande vazio
Você apareceu na minha vida
Fazendo o amor que havia em mim renascer
Das cinzas de uma batalha que não havia acabado.

Pesadelos do Prazer Obscuro

Nascendo das sombras do coração
Emanando delícias suaves
Pode um homem suportar
A tentação de ser consumido
Por uma força obscura que
Outrora serviu, ao invés de ser servido.