sábado, 27 de agosto de 2011

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Poema "J" Nº 1

Vazio infinito que tenta me invadir
Solidão escondida nas sombras,
Tristeza que assola meu coração
Lembranças profundas e encobridas.

Te vejo no céu noturno

Toda minha vida admirei o céu noturno
E cada dia ele despertava algo em mim
As vezes tristeza, angustias de quem vive...
As vezes paz, raros momentos inesquecíveis.

domingo, 21 de agosto de 2011

Paixão do Amanhecer Sombrio

Quando tudo era apenas solidão
Quando minha vida se resumia em um grande vazio
Você apareceu na minha vida
Fazendo o amor que havia em mim renascer
Das cinzas de uma batalha que não havia acabado.

Pesadelos do Prazer Obscuro

Nascendo das sombras do coração
Emanando delícias suaves
Pode um homem suportar
A tentação de ser consumido
Por uma força obscura que
Outrora serviu, ao invés de ser servido.